Japão é o país com mais idosos no mundo

O Japão ultrapassou a Itália e virou a nação com a maior porcentagem de idosos do mundo, anunciou o Gabinete esta sexta-feira, intensificando preocupações com os efeitos do rápido envelhecimento da população no país

Pessoas com 65 anos ou mais representavam 21% dos japoneses em 2005, superando a Itália, com 20%, informou o Ministério de Assuntos Internos. O porcentual de habitantes com menos de 15 anos também passou a ser o mais baixo do mundo, 13,6%, superando a Bulgária, com 13 8%, segundo relatório baseado em um censo realizado no ano passado.

“Isso mostra uma forte tendência para menos crianças”, explicou Kuniko Inoguchi, ministro para a Igualdade de Gêneros e Assuntos Sociais. “Estamos determinados a fazer de tudo para lidar com o problema”, afirmou.

A população japonesa registrou pela primeira vez em 2005 crescimento negativo. O índice de natalidade atingiu o recorde de baixa de 1,25 bebê por mulher, bem abaixo do índice de 2,1 necessário para manter estável a população.

A expectativa do governo é de que em 2015 um em cada quatro japoneses tenha 65 anos ou mais. Em 2050, será um para cada três se as projeções se confirmarem.