Pesquisadores em Ibaraki isolam gene do desejo sexual

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Tsukuba, em Ibaraki, conseguiu isolar o gene que controla o desejo sexual em fêmeas de camundongos, noticiou a Folha de S. Paulo. Liderada por Sonoko Ogawa, a equipe usou um vírus para isolar o material genético que assimila o hormônio produtor do desejo sexual.

O resultado do experimento, registrado em vídeo, foi que as pequenas roedoras reagiram com violência todas as vezes que os machos chegavam perto demais delas.

A pesquisa comprova que o cérebro é o principal órgão de estímulo sexual na maioria dos seres vivos, incluindo os seres humanos. Os cientistas pretendem usar a descoberta para buscar novos tipos de tratamentos para distúrbios neurológicos.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,1972
  • Euro: R$ 5,6187
  • Iene: R$ 0,0330
Fonte: BCB (29/05/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.