Geoff Willis abandona a Honda

Após o anúncio que o japonês Shuhei Nakamoto seria o novo diretor técnico da Honda, o ex-ocupante da função, Geoff Willis, deixou a equipe. A escuderia chegou a cogitar que o dirigente cuidasse do desenvolvimento da aerodinâmica do carro desta temporada, o RA106, mas só que não houve um acordo.

Willis deixou de executar a função de diretor técnico antes do Grande Prêmio da Inglaterra. Um dos motivos foi que o carro desenvolvido por ele apresentou, nas oito corridas, resultados bem abaixo dos registrados na pré-temporada. A Honda, que tem o brasileiro Gil de Ferran como diretor esportivo, não divulgou se o ex-diretor técnico foi demitido ou saiu por conta própria. Com passagens pela Williams, Willis trabalhava com a escuderia japonesa desde 2002.