Garoto confessa ter começado incêndio que matou sua família

Um garoto de 16 anos foi preso esta quinta-feira suspeito de incêndio criminoso e assassinato na província de Nara. O estudante de koukou teria sido o responsável pelas mortes de sua madrasta e seus dois irmãos mais novos, por intoxicação de monóxido de carbono.

As vítimas dormiam no segundo andar da casa em Tawaramoto na hora em que o incêndio começou, às 5h15 da manhã de terça-feira. Também foram achados ferimentos nos corpos, mas a causa deles ainda não foi identificada.

O menor confessou à polícia ter começado o fogo. Ele estava desaparecido desde o incidente, e foi encontrado esta quinta-feira de manhã em uma casa que ele havia invadido, na cidade de Kyoto.