Para ambientalistas, japoneses não gostam mais de carne de baleia

Contrariando o lobby baleeiro japonês, um levantamento feito pela Rede de Ação Golfinho & Baleia revelou que os japoneses não gostam mais de carne de baleia. Portanto, o argumento do governo de que é preciso continuar com a caça do animal para satisfazer a demanda dos consumidores seria falsa, noticiou a agência Reuters.

“A Agência de Pesca continua a caçar baleias apelando para uma opinião pública fictícia”, disse Junko Sakuma, jornalista responsável pelo relatório da entidade ambientalista com sede em Tokyo.

Dados da agência governamental mostram um crescente aumento nos estoques de carne do Japão. Para os ambientalistas, o fato indica que o consumo diminuiu, mas a própria agência nega esta hipótese, atribuindo o fenômeno a uma expansão no número de animais mortos, e não a uma queda de demanda.

O governo japonês pretende formar um novo grupo de países que apoiam a caça comercial do mamífero paralelamente à próxima reunião da Comissão Baleeira Internacional (IWC). O eventual sucesso do Japão poderia dar fim a uma proibição de 20 anos à atividade baleeira.