Zico mostra revolta com jogada violenta de alemão

O treinador do Japão, o brasileiro Zico, definiu como “um carrinho desgraçado” a entrada que o japonês Akira Kaji sofreu do alemão Bastian Schweinsteiger, no amistoso entre as duas seleções que aconteceu em 30 de maio.

“Kaji recebeu uma falta muito dura. Deveria ter sido um cartão vermelho, sem dúvida”, criticou o brasileiro. O lance aconteceu no final do jogo e fez com que Kaji deixasse o campo na maca. “O fato de ele ainda sentir dores mostra o quanto a entrada foi ruim”, reconheceu Zico, preocupado.

O atleta ainda é dúvida a estréia do Japão na Copa que acontece dia 12, contra a Austrália.