Mais empresas proíbem o fumo no Japão

A porcentagem de empresas que decretaram uma proibição total aos “fumódromos” dentro de suas dependências quase dobrou desde o ano passado, chegando a 20,7%. A informação é do ministério da Saúde.

A pesquisa do ministério foi respondida por 2.280 empresas, das quais 88,2% disseram já ter desenvolvido medidas antitabagistas ou separado as áreas de fumantes e não-fumantes. Trata-se de um aumento 5,4 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior.

Os resultados da pesquisa foram divulgados como parte de uma campanha nacional do Dia Nacional do Antitabagismo, em 31 de maio.