70% dos japoneses sabem pouco ou nada sobre tribunal de crimes de guerra

Pesquisa publicada pelo jornal Asahi terça-feira 2 revela que 70% dos japoneses consultados sabem muito pouco ou nada sobre o tribunal de crimes de guerra instalado no país após a Segunda Guerra Mundial.

De acordo com a pesquisa, 53% dos entrevistados disseram que não sabiam dos resultados do tribunal de crimes de guerra japonês, e 17% disseram que não sabiam absolutamente nada sobre o tema.

Os resultados podem refletir o “vácuo” deixado pela responsabilidade japonesa no conflito, que ainda hoje, 60 anos após o seu término, é questionada no país.

O tribunal funcionou entre 1946 e 1948 em Tokyo e levou à execução do então premiê Hideki Tojo e outros oficiais japoneses. Junto com os julgamentos de Nuremberg, os de Tokyo se foram base para uma legislação internacional pós-guerra.