Deficientes auditivos poderão dirigir

Pessoas com problemas graves de audição poderão dirigir porssivelmente em dois anos, segundo a Agência Nacional de Polícia do Japão.

A agência pretende remover do código de trânsito o artigo que os impede de dirigir, facilitando a eles sua entrada no mercado de trabalho e partcipação na sociedade. Há cerca de 120 mil pessoas com graves problemas de audição no Japão.