Filho de Asahara entra com processo contra escola

Os advogados do segundo filho de Shoko Asahara, fundador do temido culto AUM Shinrikyo, entraram sexta-feira 7 com processo na Corte Distrital de Tokyo pedindo 50 milhões de ienes por danos a uma rede de escolas.

O garoto de 12 anos teve sua matrícula recusada em janeiro último pela chuugakkou Kasukabe Kyoei, em Saitama. Ele passou no teste e pagou a taxa de matricula, mas a escola se recusou a aceitá-lo porque seu pai foi condenado à morte como mandante do ataque com gás sarin ao metrô de Tokyo em 1995.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,1538
  • Euro: R$ 5,6078
  • Iene: R$ 0,0329
Fonte: BCB (28/05/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.