Cerimônia do Chá

0810_cha.jpg

A cerimônia do chá japonesa (chanoyu) não é simplesmente a ação de servir o chá verde (bancha) aos convidados. É uma arte japonesa tão importante e complicada quanto a escrita dos kanjis, os ideogramas nipônicos. Isso porque a filosofia da cerimônia está oculta em cada gesto, desde o preparo do chá até a hora de servi-lo.

O consumo do chá no Japão começou com os monges zen budistas, que foram os primeiros a utilizar o chá verde, no século 12. Mas foi Sen Rikkyu (1522-1591) quem transformou em arte a cerimônia do chá. A partir dele originaram-se os três principais estilos de chanoyu: as escolas Omotesenke, Mushakojisenke e Urasenke.

A sequência de gestos é realizada pelos mestres e aprendizes que fazem a cerimônia. O preparo da bebida e o ato de servir têm um significado espiritual, ao qual se dá o nome de chado, ou caminho do chá, que tem três princípios básicos: todos são iguais, respeito ao outro e gratidão por aquele que prepara o chá.

Em média uma cerimônia dura 40 minutos, mas em alguns casos pode chegar a 4 horas. O tempo se alonga se for considerado o início da cerimônia, quando ocorre a caminhada por um jardim de pedras tipicamente japonês. O ponto alto acontece quando os participantes compartilham o momento de tomar a bebida.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan
Conteúdo Relacionado

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 4,9408
  • Euro: R$ 5,3474
  • Iene: R$ 0,0330
Fonte: BCB (20/02/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.