As previsões de Ghost in the Shell que viraram realidade

O canal Nerdologia desvenda, todas as terças e quintas, análises científicas da cultura nerd e nos programas dessa semana o tema foi a história de Ghost in the Shell. No episódio “Ghost in The Shell e a Ciberguerra”, o historiador Filipe Figueiredo conta como a história criada pelo mangaká Masamune Shirow, em 1989, previu as consequências do cenário cibernético de futuro até então (praticamente) inimaginável.

Figueiredo traça um panorama histórico com exemplos que mostram como temas como a ciberguerra, a existência de carros e ônibus autônomos e a ação de ciberterroristas em um mundo extremamente conectado, tal qual o apresentado em Ghost in the Shell, já não é mais uma mera previsão do futuro.

Assista ao vídeo completo

 

Já no episódio “Singularidade humana e Ghost in the Shell”, o biólogo Átila Iamarino apresenta a relação entre crescimento exponencial do poder da computação
e a humanidade traçando um paralelo com a “singularidade tecnológica” que entende que haverá um ponto em que a tecnologia será tão avançada que a inteligência artificial terá superado a inteligência humana.

Assista ao vídeo completo

 

Sobre Ghost in the Shell

Tanto o mangá de Masamune Shirow lançado em 1989 no Japão quanto o longa-metragem animado de 1995 dirigido por Mamoru Oshii foram revolucionários e são até hoje, ao lado de Akira, as principais referências do movimento cyberpunk dos mangás e dos animes.

The Ghost in the Shell se passa em 2029, numa época marcada pelo avanço tecnológico e que permite a fusão do cérebro humano à computação.

A super-agente Motoko Kusanagi tem capacidades sobre-humanas devido ao corpo ciborgue e é encarregada de investigações que envolvem crimes cibernéticos.

Quando Motoko começa a investigar um dos maiores cibercriminosos, conhecido como o Mestre dos Fantoches, responsável por manipular a mente das pessoas, acaba se envolvendo em uma rede de conspirações que levam o leitor a questionar os limites da mente humana e da tecnologia.

Você pode se interessar também por...