Cultura japonesa no Pixel Show 2016

Armadura Samurai verdadeira no Mangá Festival!

Publicado por Mangá Festival Brasil em Sexta, 21 de outubro de 2016


No fim de semana dos dias 22 e 23 de outubro aconteceu a 12ª edição do Pixel Show, um evento de criatividade e arte que promove palestras, exposições, workshops e live-paintings no Clube Hebraica, em São Paulo.

Neste ano, a área da feira incluiu também dois espaços novos: o Sharp Talks, com mini palestras sobre economia criativa e o Mangá Festival com games, mangás e palestras sobre cultura japonesa.

Com destaque para a cultura pop japonesa, a área do Mangá Festival teve stands de quadrinhos japoneses, de artigos para artes marciais da Pro Fighters e um espaço de games da Bandai Namco, com jogos inéditos para testes (que já mostramos aqui).

No sábado, a programação começou com a palestra sobre desenhos em estilo mangá, com Fábio Shin, da escola Japan Sunset. Em seguida, a Embaixadora Kawaii do Brasil, Akemi Matsuda fez uma apresentação falando sobre a cultura kawaii e a manifestação de tudo o que é fofo, não só no visual mas também em atitudes e gestos.

Na temática do artesanato, a artista Naomi Uezu apresentou a sua especialidade na técnica de kirigami (cortes em papel) tridimensional, e origami em tecido com a artista Thaís Kato. Para representar as artes musicais, o grupo Himawari Taiko mostrou a energia dos tambores japoneses e Yannick, o Afro Samurai, apresentou um pouco do rap nacional.

Teve também um bate-papo sobre culinária japonesa com o chef Luis Yscava, do 2nd Floor Noodle Bar, e apresentação sobre a arte dos samurais, com Wenzel Böhm, do Instituto Niten, no domingo.

De acordo com Adriano Camargo, um dos responsáveis pelo Mangá Festival, a próxima edição já começou a ser planejada e deve ficar ainda maior em 2017.

Em todo o Pixel Show de 2016, cerca de 35 mil pessoas circularam pelo evento no final de semana, superando as expectativas dos organizadores.

Você pode se interessar também por...